domingo, 9 de outubro de 2011

(Imagem: Stanko Abadzic)






Pela janela
Essa noite
Você,
Calor do Vento,
entrou pela janela e
soprou seu hálito
quente
em mim.
Umedeci.



Adriana Versiani

Um comentário:

  1. LINDO...EU ME ATREVERIA EM COLOCAR ASSIM...
    Ao abrir a janela,
    me permiti sentir
    a brisa suave, que
    acalmava a intensidade
    do meu "amor".
    Intensidade esta que
    se expressava através,
    das emanações corporais...
    e ao expressar, senti-me
    ligado ao "todo"...AZ

    ResponderExcluir