terça-feira, 6 de setembro de 2011

tu não te moves de ti


   (Imagem: J. Saudek)




Para onde vão os trens meu pai? Para mahal, tamí, para camirí, espaços no mapa, e depois o pai ria: também pra lugar algum meu filho, tu podes ir e ainda que se mova o trem tu não te moves de ti.



Hilda Hilst

Um comentário: